fbpx

Não tenho dinheiro para realizar o meu Projeto Canada. E agora?

Oiii gente, para quem não me conhece, meu nome é Paula Fortuna, tenho 31 anos, moro em Toronto desde 27 de junho de 2019, e vim para o Canadá com meu noivo Guilherme, como residente permanente sem nunca ter pisado nesse país anteriormente. Sou psicóloga e coach de formação no Brasil, e sempre trabalhei ajudando pessoas nas resoluções de problemas pessoais, especialmente financeiros, a partir da psicologia econômica, e por isso vou trazer reflexões e dicas de planejamento financeiro para o Plano Canadá.

            Uma das perguntas que mais recebo nas minhas redes sociais é a seguinte: “Paula, o valor do Plano Canadá é muito alto, como consigo juntar esse dinheiro?”. E realmente, dependendo do caminho que você vai trilhar para alcançar o visto de residente permanente, esse valor pode ultrapassar 300.000 reais e ser algo inimaginável para a sua realidade atual, porém não se desespere que eu tenho algumas dicas que podem te ajudar.

            O primeiro passo para qualquer planejamento é entender seu cenário presente, ou seja, como está sua vida financeira atualmente? Quanto você tem na sua conta corrente, quanto você tem investido, em quais tipos de investimentos, com qual prazo, quanto você faz de renda mensal, quais são seus gastos fixos mensais, quais são seus gastos variáveis, você tem dívidas, quanto você tem de lucro ao final de cada mês, quanto você consegue investir por mês? Entendendo suas finanças pessoais fica menos desesperador traçar um plano de ação SMART (específico, mensurável, atingível, relevante e com prazo).

            Depois que você entende onde você está, é necessário descobrir onde você quer (ou deve) chegar. Nesse passo é extremamente importante você saber quanto (provavelmente) vai custar o SEU Plano Canadá. Como saber isso?  Essa etapa envolve muita pesquisa sobre imigração pro Canadá, custo de vida da cidade que você escolheu, valor de College, valor de Pathway, valor de comprovação financeira para conseguir o visto, valor de tradução juramentada, custo de mobília e roupas de frio, enfim, a lista é gigantesca de tudo que precisamos pagar até chegar no Canadá.

            Sabendo onde você está e onde você quer chegar, é possível traçar o trajeto dessa aventura que se chama planejamento financeiro. É extremamente importante ser racional e pé no chão, sem criar metas fantasiosas, mas ao mesmo tempo não deixar suas crenças limitantes te fazerem desistir antes mesmo de tentar. Tudo nessa vida depende de treino, e se você programar sua cabeça para a partir de HOJE sua prioridade ser juntar dinheiro, economizar cada centavo pro Plano Canadá, eu acredito que é possível chegar lá.

            Eu demorei 1 ano e 9 meses vivendo o Plano Canadá antes de pisar em Toronto, e em todo esse tempo eu dobrei meus horários de trabalho, meu noivo foi atrás de aumento no trabalho, fizemos renda extra, diminuímos todas as nossas contas e gastos, procurei melhores opções de investimentos e vivi uma vida extremamente simples nesse período porque eu sabia que existia uma prioridade em ação e que aquela não seria minha realidade para sempre, era apenas um meio para alcançar meu objetivo.

            O ser humano não gosta de se privar de momentos e coisas que nos geram prazer, mas se você ainda não tem o dinheiro pro seu Plano Canadá, infelizmente, ele não vai cair do céu, e vai ser necessário muito sacrifício. Mas aqui fica a pergunta que eu te faço: o que é mais importante pra você: se mudar para o Canadá ou tomar aquela cervejinha todo domingão? Você é o único responsável pelas suas escolhas, então não deixe sua própria cabeça te sabotar.

Participe da discussão

  1. Milene avatar
  2. Mayara avatar
  3. Cândido avatar

4 comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Menu
Se você precisa se registrar na plataforma (gratuita), clique aqui.
Já é membro, clique aqui.

Vim Pro Canadá

FREE
VIEW